Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/07/19 às 15h21 - Atualizado em 1/07/19 às 15h35

Empresários do Plano Piloto e região recebem informações sobre FCO

COMPARTILHAR

A Administração Regional do Plano Piloto recebeu, nesta quinta-feira (28/6), o segundo encontro da Caravana Itinerante do Fundo de Financiamento Constitucional do Centro-Oeste (FCO). O evento busca orientar os empresários locais na elaboração de projetos para recebimento dos recursos do FCO, incentivando o desenvolvimento local com a geração de emprego e renda.

 

“O DF contratou até maio de 2019 um volume de R$ 275,3 milhões, totalizando 853 operações contratadas, representando um incremento em relação às contratações do financiamento realizadas no mesmo período do ano passado em 112,8%”, informou Raimundo da Costa Veloso Filho, Coordenador-Geral de Execução de Programas de Desenvolvimento Regional da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco).

 

A secretária-adjunta de Planejamento da Secretaria de Fazenda do DF, Adriane Lorentino, relembrou que o objetivo das caravanas é alavancar o uso do FCO na capital. “Historicamente, não temos tido boa participação no FCO. Por meio dessas caravanas, estamos unindo esforços para mudar esse cenário e retomarmos os percentuais [de 19%] que tínhamos no passado”, asseverou. Hoje, o DF recebe 10% da programação do FCO. Um total de pouco mais de R$ 700 milhões para o ano de 2019.

 

A coordenadora-geral de Gestão de Fundos e Promoção de Investimentos da Sudeco, Luciana de Sousa Barros, enfatizou que o maior conhecimento do FCO, promovido pela Caravana, possibilita aumentar a demanda por investimentos de longo prazo e incrementar o volume de recursos destinados às diversas atividades econômicas, contribuindo para a redução das desigualdades regionais.

 

Além do Plano Piloto, esta edição atendeu ao público das administrações regionais do Lago Norte, Sudoeste/Octogonal, Cruzeiro, Lago Sul, Varjão, Candangolândia e Jardim Botânico.

 

 “O FCO é uma oportunidade oferecida aos empresários para possibilitar uma melhoria nas condições atuais dos seus negócios”, destacou a administradora do Plano Piloto, Ilka Teodoro.

 

O secretário do Trabalho do DF, João Pedro Ferraz, ressaltou que a Caravana busca estimular o bom uso dos recursos e gerar mais empregos para a população do Distrito Federal.

 

A Caravana FCO é uma ação da Secretaria de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão (SEFP) e da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) em parceria com o Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Banco de Brasília (BRB) e outras instituições financeiras.

 

Para este ano, o FCO disponibilizou R$ 703 milhões em recursos para o Distrito Federal, sendo 50% para a área empresarial e 50% para o setor rural.

 

Sobre o FCO


O Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) foi criado pela Lei n.º 7.827, de 27.09.1989, que regulamentou o art. 159, inciso I, alínea “c”, da Constituição Federal. Os recursos contribuem para o desenvolvimento econômico e social da Região, mediante a execução de programas de financiamento aos setores produtivos. Para este ano, a programação prevê a aplicação de 51% dos recursos em empreendimentos de mini, micro, pequenos e pequeno-médios tomadores.

 

Entre as vantagens oferecidas pelo fundo estão: encargos financeiros diferenciados; bônus de adimplência de 15% sobre os encargos financeiros; isenção de tarifa de abertura de crédito (TAC) e Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguros (IOF); e prazo ajustado à capacidade de pagamento.

 

Podem solicitar empréstimos: produtores rurais, firmas individuais, pessoas jurídicas, associações e cooperativas de produção – que desenvolvam atividades nos setores agropecuários, mineral, industrial, agroindustrial, turístico, de infraestrutura, comercial e de serviços.

 

A Caravana Itinerante do FCO segue com sua programação no mês de julho. Confira as datas a seguir:

11/07/2019 (quinta-feira): Itapoã – PAD/DF

25/07/2019 (quinta-feira): RIDE

(Data a definir): Taguatinga, Sol Nascente, Vicente Pires, Samambaia e Brazlândia